Cine Cultural em Cordisburgo: a cidade do coração.

CINE SESI ALIANÇA COMUNICAÇÃO E CULTURA

 

A poesia, o Rosa, as flores bordadas. Tudo a ver com a graciosidade de Cordisburgo.

Cine Cultural em Cordisburgo. A terra de Guimarães Rosa é também, na origem da palavra e na essência da vila, a cidade do coração. A poesia, o Rosa, as flores bordadas. Tudo a ver com a graciosidade do lugar. A antiga estação de trem, por onde os trilhos da vida e da arte se cruzam, trouxe um viajante saudoso e há muito esperado: o cinema, o Cine Cultural. Foi preciso um coração gigante pra seguir viagem na realidade que parecia sonho. Maria-fumaça a passar por dentro dos cordisburguenses. Sem pressa. Devagarinho como ela só.

Durante três dias na praça da Igreja Sagrado Coração de Jesus. Eita, outro coração! Pra combinar com os filmes escolhidos com carinho. A pipoca quentinha, feita com cuidado. E o casamento que aconteceu na mesma noite. A noiva passando pelo tapete vermelho do Cine Cultural, projeto idealizado pela diretora de criação da Aliança Comunicação e Cultura. Quando tapetes da arte e da igreja se encontram, ahhh, é casamento que ninguém separa. Como disse o poeta: “Um sentir é o do sentente, mas o outro é do sentidor”. Que a luz do projetor que varou a porta da igreja seja um sentir ternura para o sentente e para o sentidor. 

Sobre o Cine Cultural – O projeto roda longas metragens para fazer o cinema percorrer seu o caminho de volta. Dos filmes brasileiros, 90% são inspirados nas histórias do interior: é justo que 90% de suas cidades não tenham cinema? Em sessões abertas nas pracinhas ou ruas de casario, quem é acostumado a andar pelas estradas de barro ou de pedra estreia os pés no tapete vermelho. Estrelando, brasileiros que, na sua maioria, vão ver cinema pela primeira vez.

Por isso mesmo, as exibições são cuidadosamente projetadas na grande tela. Curtas e longas com qualidades técnica e criativa. Filmes de gente famosa no mundo e na vizinhança. Além da curadoria priorizar o cinema brasileiro, também são exibidos os curtas de animação produzidos pelos alunos das oficinas de animação quadro a quadro nos municípios. Trabalhos premiados em festivais, como o Anima Mundi e selecionados no Festival de Genebra.

Fotografia: Fernando Vitral.

Para saber mais sobre as nossas ideias, acesse: http://aliancacom.com.br/ideias/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *